Aumento nas ocorrências de perda de documentos marca tendência na delegacia virtual de Roraima

Roraima recebe 16 blindados do Exército para reforçar segurança na fronteira com Venezuela
Governo de Roraima impulsiona produção rural e agronegócio com expressivos investimentos
Carro pega fogo em semáforo após manutenção elétrica
Expoferr 2023 reúne público recorde de mais de 500 mil pessoas em cinco dias de evento

Dados divulgados pela Delegacia Virtual (Devir) da Polícia Civil de Roraima (PCRR) revelam uma tendência marcante nos registros de ocorrências nos últimos dois anos. A principal incidência recai sobre extravios e perdas de documentos e/ou objetos, conforme apontado pela Devir.

No decorrer de 2023, a plataforma registrou aproximadamente 4.630 Boletins de Ocorrência (B.Os), enquanto no ano anterior, foram contabilizadas 4.930 ocorrências de perdas ou extravios de documentos.

Analisando os cinco tipos de ocorrências mais frequentes nesse período, o destaque vai para a Perda de Documentos, liderando a lista, seguida por Estelionato em segundo lugar, com 1.967 B.Os em 2023 e 2.109 em 2022.

O Furto ocupa a terceira posição, com 1.611 ocorrências em 2023 e 1.393 em 2022, seguido pelo crime de Acidente de Trânsito Sem Feridos, que obteve 1.425 registros em 2023 e 1.160 em 2022. Em quinto lugar, estão catalogados “Outros Fatos Atípicos” (que não são considerados crimes), com 616 registros tanto em 2023 quanto em 2022.

Paralelamente, crimes mais graves, como Estupro, Extorsão, Falsidade Ideológica, Abandono de Incapaz, e Assédio Sexual, apresentam índices baixos de registro, alguns com apenas uma ocorrência online.

Segundo a delegada-geral em exercício da PCRR, Darlinda de Moura Viana, o elevado número de registros de perdas ou extravios de documentos é atribuído à natureza do incidente.

“A burocracia para registrar pessoalmente o boletim de ocorrência referente à perda de um documento é, muitas vezes, considerada desnecessária pelas pessoas. É melhor registrar no conforto de sua casa, por exemplo. Já os demais crimes, nos quais muitas vezes se precisa de perícia ou algo do tipo, têm baixos índices de registro online, pois as pessoas preferem ir à Delegacia”, detalhou a delegada.

Darlinda também destacou um discreto aumento no total de registros virtuais comparando os períodos de 2023 e 2022. Enquanto em 2022 foram registrados 13.315 casos, até o dia 23 de dezembro deste ano, a Devir contabilizou 13.528 registros, indicando um aumento de 213 ocorrências.

“A população tem utilizado nosso atendimento online e mantido o grau de confiança. Nossos números internos também mostram que todos os boletins registrados têm tido respostas dentro do prazo máximo de 24 horas”, ressaltou Viana.

A Delegacia Virtual, apesar de não ser uma estrutura física, conta com uma equipe de atendimento 24 horas, assegurando o recebimento e o encaminhamento adequado de todas as ocorrências registradas, conforme a explicação da delegada.

Darlinda enfatizou que a Devir amplia a forma como a PCRR presta serviços à população.

“A Delegacia Virtual é uma comodidade em um momento difícil. Claro que todas as nossas delegacias físicas estão equipadas e preparadas para receber o cidadão, mas a Devir tem a particularidade de ser acessível em qualquer lugar e em qualquer hora. Com certeza é um serviço necessário e que tem desempenhado bem sua função”, avaliou.

Fonte: SECOM Roraima | Fotografia: Ascom/PCRR

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email
Print

Confira mais ...

Roraima recebe 16 blindados do Exército para reforçar segurança na fronteira com Venezuela
Idoso fica gravemente ferido após colisão entre motos na RR-205, em Boa Vista
Prefeito de Boa Vista reforça segurança com entrega de novos equipamentos para Guarda Municipal
Tragédia na RR-205: Homem de 33 anos morre em acidente de carro em Alto Alegre
Governo de Roraima impulsiona produção rural e agronegócio com expressivos investimentos
Prefeitura de Boa Vista abre processo seletivo com 977 vagas e salários de até R$ 4.305,43
Projeto-Piloto de piscicultura “Moro-Morí” transforma comunidade indígena Serra da Moça em exemplo de sustentabilidade
Prefeitura revitaliza sinalização horizontal de ruas e avenidas de Boa Vista