960x300

Exposição fotográfica na Assembleia Legislativa revela beleza singular de Roraima

Revisão de dados indica recuo em número de jovens nem-nem
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.502 em 2025
Policial militar morre após perder controle de moto e ser atropelado por uma caçamba em Boa Vista
Motociclista morre após ser atingido por carro dirigido por jovem bêbado no Sul de Roraima

Uma viagem guiada pela experiência do amanhecer e do anoitecer é o que o público pode conferir a partir desta terça-feira (28) no Espaço Cultural Maria Luiza Vieira Campos, da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), com a abertura da exposição fotográfica “Luzes e Sombras da Amazônia”. Organizada pela Superintendência de Comunicação e Diretoria de Cerimonial, a mostra estará aberta à visitação até 11 de junho.

Sob o jogo de luz natural, o fotógrafo e jornalista Pablo Sérgio Bezerra capturou paisagens singulares do Estado, incluindo o Rio Branco, lavrado, buritizal, a Terra Indígena Raposa Serra do Sol, Serra Grande e Boa Vista. O acervo de 35 quadros, medindo 90 x 120 centímetros, vai além do modelo tradicional impresso em papel fotográfico. As imagens foram impressas em tela, criando uma sensação de que foram pintadas à mão.

“Com esse trabalho, queremos oferecer à sociedade roraimense uma proposta que traz uma reflexão sobre pertencer à Amazônia brasileira. Nós somos roraimenses e roraimados, mas às vezes não temos a consciência de que também integramos a Amazônia. Quando se fala nessa região, você pensa em florestas e grandes rios, mas em Roraima também temos o lavrado, o sol mais iluminado do planeta, nossos igarapés e buritizais. A proposta é despertar esse sentimento de amazônida”, explicou Pablo Sérgio.

O presidente do Poder Legislativo, Soldado Sampaio (Republicanos), ressaltou a importância de valorizar as belezas naturais do Estado e reconhecer o talento dos artistas locais.

“Temos tantos artistas como o Pablo aqui no nosso Estado que fazem questão de expor nossas belezas. Não tem outro Roraima por aí. É único, e precisamos valorizar nossos rios, buritis e artistas”, afirmou Sampaio na abertura da mostra.

Perspectivas do futuro

As imagens foram registradas desde 2021. No entanto, esse é um sonho antigo de Pablo Sérgio, que respira fotografia desde os dez anos de idade.

“Eu tenho um tio que era um fotógrafo apaixonado, e ele ainda está vivo. Minha mãe também compartilhava dessa paixão. Assim, durante toda a minha vida, estive envolvido em fotografar eventos sociais e políticos em Roraima. Nos últimos cinco anos, porém, decidi focar mais na fotografia regional, especialmente na natureza”, relembrou o jornalista.

Para o realizador, a seleção pode ser resumida em duas imagens que transcendem o tempo e espelham o futuro de Roraima: o retrato da Avenida Glaycon de Paiva, em Boa Vista, e os buritis.

“A fotografia que tirei da Avenida Glaycon de Paiva quebra o contexto da exposição; para mim, é histórica, pois captura um momento que, daqui a 20 ou 30 anos, poderemos comparar ao tirar uma foto no mesmo lugar. A segunda imagem é do sol com os buritis, que aparecem em quase todas as fotos e são a nossa marca registrada aqui em Roraima”, ponderou.

De acordo com o experiente fotojornalista J. Pavanni, especialista em fotografia de natureza e ambientalismo, a fotografia vai além da mera apreciação artística. Ela nos convida a refletir sobre a realidade e os desafios que se avizinham.

“É difícil destacar apenas uma imagem da mostra, pois gosto de todas. A simplicidade com que Pablo captura uma palmeira ao pôr do sol já conta uma história diferente. Precisamos combinar as fotografias com mensagens que possamos preservar para o futuro, enfrentamos momentos difíceis. Veja a situação no Sul, precisamos trabalhar para transmitir mensagens, assim como fazem nossos fotógrafos humanistas e indígenas”, afirmou o fotojornalista.

Para a também fotógrafa Lanne Prata, que migrou do Ceará para Roraima há 18 anos, a exposição traz uma nova luz sobre Boa Vista.

“Pablo trouxe um olhar particular, uma perspectiva que consegue capturar ângulos diferentes desse pôr do sol tão especial que temos. Como fotógrafa, fico feliz por termos outros olhares sobre nossa cidade. Exposições fotográficas são raras aqui, e quando as temos, precisamos aproveitar para conhecer o trabalho de outros fotógrafos, mas também para enxergarmos nossa cidade sob uma perspectiva diferente”, comentou a fotógrafa.

Exposição permanente

Além de estar aberta à visitação até 11 de junho, a exposição “Luzes e Sombras da Amazônia” também está disponível no portal da Assembleia Legislativa, no site: https://al.rr.leg.br/. Segundo a diretora de Relações Institucionais da instituição, Adriana Cruz, a iniciativa é uma das atividades culturais que a Casa Legislativa desenvolve ao longo de 2024.

“A exposição, que já estava agendada desde o início do ano, retrata as belezas naturais do Estado de Roraima sob a visão singela do jornalista e fotógrafo Pablo Sérgio. Ela está sendo compartilhada tanto no espaço cultural físico da Assembleia quanto no portal online. O calendário de exposições está planejado até o meio do ano, e a primeira semana de junho contará com uma exposição especial em homenagem ao Dia do Meio Ambiente, com a participação da sociedade”, adiantou a diretora.

Os registros fotográficos da abertura da exposição “Luzes e Sombras da Amazônia”, que ocorreu na manhã desta terça-feira, podem ser conferidos no Flickr do Poder Legislativo.

Fonte: SupCom ALERR

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email
Print

Confira mais ...

Sindicatos de servidores estaduais solicitam apoio de presidente da ALE-RR para reajuste salarial
PRF prende motorista por Uso de Documento Falso no Cantá
Assembleia Legislativa cria comissão especial para apurar indícios de irregularidades no Governo de Roraima
População pode sugerir prioridades de investimento para Roraima
Prefeitura inicia pesquisa com motoristas de veículos particulares e de carga em Boa Vista
Seleção brasileira treina em Orlando, onde enfrenta os EUA na quarta
Iniciam amanhã as inscrições para os novos cursos de ensino a distância da Escola do Legislativo
PF prende duas pessoas por crimes ambientais e porte ilegal de arma de fogo em Roraima