960x300

Polícia Civil incinera coletes balísticos inservíveis

Revisão de dados indica recuo em número de jovens nem-nem
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.502 em 2025
Policial militar morre após perder controle de moto e ser atropelado por uma caçamba em Boa Vista
Motociclista morre após ser atingido por carro dirigido por jovem bêbado no Sul de Roraima

A Polícia Civil de Roraima incinerou, na manhã dessa quarta-feira, 29, 708 coletes balísticos vencidos e seus acessórios (material inservível).

O procedimento seguiu a determinação regulamentar do Exército Brasileiro para material institucional e aconteceu na Cerâmica SB, localizada no Distrito Industrial.

A ação foi determinada pela DG (Delegacia-Geral) e executada pelo Dopes (Departamento de Operações Especiais) em conjunto com o Name (Núcleo de Armas Munições e Explosivos).

De acordo com a diretora do Dopes, delegada Cândida Magalhães, os coletes estavam vencidos e foram considerados “inservíveis”. Ela explicou que todo um processo administrativo foi necessário para que ocorresse a queima dos materiais.

“Após renovar todos os coletes balísticos da Instituição, foi formalizado um processo para o recolhimento dos antigos, já vencidos conforme o fabricante, e, agora, foi realizado o correto descarte dos coletes”, explicou a delegada.

Para ela, o processo é importante pois otimiza as ações da PCRR. “Todo esse processo é feito visando a continuidade dos trabalhos e otimização das atividades de Polícia Judiciária do Estado de Roraima, observando os princípios de eficiência, supremacia do interesse público e o interesse da administração e a segurança dos servidores”, disse.

Novos equipamentos

Todo efetivo da Polícia Civil de Roraima recebeu, no segundo semestre do ano passado, novos coletes balísticos. Ao todo, foram 950 novos equipamentos adquiridos através do Fesp (Fundo Estadual de Segurança Pública) no valor de R$ 1.438.175,00.

“Assim, os antigos foram substituídos pelos novos, que são mais modernos, ergonômicos, unissex e trouxeram uma maior proteção contra projéteis ou destroços de artefatos”, detalhou a diretora do Dopes.

A delegada-geral da PCRR, Darlinda de Moura Viana, lembrou o constante investimento do Governo de Roraima na PCRR.

“Tivemos um amplo investimento em aquisição de armas, munições, coletes balísticos, viaturas, equipamentos tecnológicos, construção de delegacias, capacitação de policiais, realização do concurso público entre tantas outras coisas. Essas ações são resultantes de uma gestão eficiente, aliado ao esforço concentrado do Governo do Estado, visando melhorar e expandir a segurança pública para melhor atender a população”, disse.

Fonte: PCRR

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email
Print

Confira mais ...

Sindicatos de servidores estaduais solicitam apoio de presidente da ALE-RR para reajuste salarial
PRF prende motorista por Uso de Documento Falso no Cantá
Assembleia Legislativa cria comissão especial para apurar indícios de irregularidades no Governo de Roraima
População pode sugerir prioridades de investimento para Roraima
Prefeitura inicia pesquisa com motoristas de veículos particulares e de carga em Boa Vista
Seleção brasileira treina em Orlando, onde enfrenta os EUA na quarta
Iniciam amanhã as inscrições para os novos cursos de ensino a distância da Escola do Legislativo
PF prende duas pessoas por crimes ambientais e porte ilegal de arma de fogo em Roraima