Roraima Inicia Ação de Testagem em Massa e Cuidados de Saúde para Reeducandos da Pamc

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.502 em 2025
Policial militar morre após perder controle de moto e ser atropelado por uma caçamba em Boa Vista
Motociclista morre após ser atingido por carro dirigido por jovem bêbado no Sul de Roraima
Desenvolve RR faz prospecção de clientes durante feira em Normandia

O Governo de Roraima, através das Secretarias de Saúde (Sesau) e Justiça e Cidadania (Sejuc), inicia hoje, 18 de setembro, uma importante ação de testagem rápida para os reeducandos da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc).

Essa iniciativa acontecerá no Centro de Saúde Prisional de Roraima (CSPRR), localizado dentro da unidade, e se estenderá até o dia 29 deste mês, com a expectativa de alcançar todos os aproximadamente 1.800 reeducandos da Pamc.

O objetivo principal desta testagem, conforme destacado pelo enfermeiro responsável pelo programa de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) do CSPRR, Agnaldo Nina, é identificar doenças como sífilis, HIV e hepatite B. A finalidade é coletar dados detalhados e consistentes sobre a saúde dos indivíduos privados de liberdade nessa unidade, permitindo um monitoramento mais eficaz e um tratamento adequado dessas patologias, o que, por sua vez, aumentará as chances de recuperação.

Nina ressaltou a importância dessa ação, enfatizando que ela desempenhará um papel crucial ao realizar testes em massa em todos os residentes da unidade, contribuindo significativamente para conter a disseminação dessas doenças, especialmente as ISTs. Além disso, garantirá que o tratamento dessas condições seja administrado de maneira adequada.

É importante destacar que essa iniciativa faz parte de uma série de ações voltadas para a população privada de liberdade em 2023. Esses esforços tiveram início em abril, quando um mutirão de saúde foi realizado para os reeducandos da Pamc. Durante esse evento, serviços como verificação de sinais vitais, consultas médicas e de enfermagem, distribuição de medicamentos para verminoses, tratamentos de pele e cadastros no sistema e-SUS foram oferecidos, beneficiando os 1.800 internos.

Para tornar essa ação específica possível, a Sesau e a Sejuc contaram com o apoio valioso do Centro Universitário Estácio da Amazônia.

Ao longo dos meses seguintes, outras iniciativas igualmente importantes foram realizadas, incluindo consultas oftalmológicas e ginecológicas para reeducandas da Cadeia Pública Feminina, localizada no bairro Asa Branca. Todas essas ações foram realizadas por equipes da Saúde Itinerante e Saúde Prisional da Sesau. Estas ações demonstram o compromisso contínuo das autoridades em promover a saúde e o bem-estar da população carcerária do estado de Roraima.

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email
Print

Confira mais ...

PF deflagra operação para combater desvio de recursos da Secretaria Estadual de Saúde de Roraima
Polícia Civil prende homem condenado por estupro de crianças
Abertas vagas para processo seletivo de bolsistas para Embrapa RR
Polícia Civil cumpre cinco mandados de prisão preventiva contra acusados de homicídio em Alto Alegre
FICCO-RR PRENDE UMA PESSOA POR TRÁFICO DE DROGAS EM BOA VISTA
Polícia Civil cumpriu mandados de prisão e apreensão para esclarecer morte de casal
PL que altera lei de regularização fundiária de Roraima possui 37 emendas propostas por comissão especial da ALE-RR
Polícia Civil esclarece fraude Imobiliária, localiza suspeito de estelionato e apreende veículos