960x300 (1)

Procon Assembleia e MPRR analisam reclamações sobre empréstimos bancários

Prefeitura lança edital de chamamento para área de alimentação do festival Mormaço Cultural
Banco Central comunica vazamento de dados de 39 mil chaves Pix
Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 9 milhões
Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio estimado em R$ 120 milhões

O Procon da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) recebeu, nesta quinta-feira (4), o promotor de Defesa do Consumidor, Adriano Ávila, para discutir a demanda de reclamações sobre fraudes em instituições bancárias. O encontro ocorreu na sede do Procon, ocasião em que o membro do Ministério Público de Roraima (MPRR) conheceu a equipe técnica e o atendimento presencial do órgão da Casa Legislativa.

A partir de uma conversa informal de servidores do Procon com representantes da promotoria, a visita então foi idealizada para analisar as recorrentes reclamações sobre empréstimos bancários fraudulentos. Conforme análise prévia do Procon Assembleia, consumidores denunciaram ao órgão da ALE-RR que não contrataram empréstimos, mas ainda assim houve autorizações, neste processo bancário, por meio de assinaturas falsas ou por apresentação de foto diferente da do cliente.

O promotor de Justiça Adriano Ávila alerta que esse pode ser um sinal de fraude, mas que é necessário verificar detalhadamente a quantidade de pessoas que foram vítimas do golpe.

“É possível que ocorram fraudes esporádicas num universo de contratações. No entanto, se constatarmos um número elevado de fraudes relacionadas a um único fornecedor, isso acende um sinal de alerta. Devemos, então, investigar se há alguma forma de conivência por parte da própria instituição financeira ou é ação de algum grupo criminoso específico”, pontuou o promotor.

O diretor do Procon Assembleia, Aldo Carvalho, ressaltou como a parceria entre as instituições públicas pode ajudar a resolver a questão e favorecer os consumidores roraimenses.

“Nosso objetivo é mostrar a recorrência desses problemas e apoiar o Ministério Público na defesa dos consumidores, tendo em vista que o órgão tem legitimidade para propor ações coletivas. Desta forma, estamos reunindo casos de empréstimos fraudulentos para apresentá-los ao MP, que, diante da análise dos fatos, pode até ajuizar uma ação civil pública”, informou o diretor.

O encontro foi encerrado com a visita do promotor às instalações do órgão da Casa Legislativa, com destaque para a ampla sala de atendimento presencial. “O que a gente percebe no Procon Assembleia é que há uma estrutura muito bem-feita para acolher as reclamações dos consumidores e dar os encaminhamentos necessários”, destacou o promotor.

Serviços

Você teve algum problema na contratação de produtos e serviços? Procure ajuda no Procon Assembleia. A instituição fica na Avenida Ataíde de Teive, nº 3.510, bairro Buritis, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, sem interrupção para almoço.

Além disso, por meio do WhatsApp (95) 98401-9465 ou do site da Assembleia Legislativa (https://al.rr.leg.br/procon/), também é possível se cadastrar e enviar denúncias diretamente.

Fonte: SupCom ALERR

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email
Print

Confira mais ...

Grupo Galpão realiza oficinas de teatro gratuitas em Boa Vista
Programa de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa participa de seminário sobre tráfico de pessoas e a proteção à criança
Polícia Civil apreende cocaína e munições com garimpeiro
Inscrições no processo seletivo para contratação de técnico especializado em Língua de Sinais vão até 17 de julho
Argentina vence a Colômbia e se torna a maior campeã da Copa América
Alunos do CCTI são destaques em etapa regional da Olimpíada Brasileira de Robótica
Espanha conquista o tetracampeonato da Eurocopa
Operação CATRIMANI II destrói 11 pistas de pouso utilizadas em atividades de garimpo ilegal