960x300 (1)

Primeiro ecoponto de Boa Vista é inaugurado

Prefeitura lança edital de chamamento para área de alimentação do festival Mormaço Cultural
Banco Central comunica vazamento de dados de 39 mil chaves Pix
Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 9 milhões
Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio estimado em R$ 120 milhões

Itens que já não são utilizáveis para a população agora podem contribuir para o futuro sustentável de Boa Vista. Isso porque o prefeito Arthur Henrique inaugurou nesta terça-feira, 25, o primeiro Ecoponto da capital, no bairro Nova Cidade. O local funcionará das 8h às 18h, de terça a sexta-feira, e aos sábados das 8h às 12h. Os cidadãos podem fazer entregas voluntárias de resíduos sólidos específicos.

Para quem tem aquele sofá velho, aquela geladeira sem utilidade, sobras de construção civil, entre outros, essa é uma oportunidade de descartá-los sem prejudicar o meio ambiente. Garantindo maior segurança, o gerenciamento dos resíduos funciona por meio de contrato com áreas de destinação ambientalmente adequadas e licenciadas. O processo é coordenado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA).

“Esse trabalho funciona em parceria com duas associações de catadores. Antes, eles procuravam resíduo reciclável no Aterro Sanitário. Hoje, recebem o material diretamente da prefeitura. Em Boa Vista, já iniciamos a implantação da coleta seletiva, em todos os prédios públicos da prefeitura e até o fim desse ano, atenderemos também as residências”, disse o prefeito Arthur Henrique.

O que pode

Nos Ecopontos, poderão ser descartados restos de galhadas e demais materiais recicláveis, como: sobras de construção civil, sofás velhos, geladeiras sem utilidade, plásticos, alumínio, vidro, entre outros tipos de lixos secos que não estão contaminados ou sujos por substâncias orgânicas.

O que não pode

Resíduos de lixo úmido que possuem substância orgânica, como os que entram rapidamente em decomposição e atraem vetores, não poderão ser descartados nos Ecopontos. Por exemplo: animais mortos, restos de alimentos, lixos domésticos. Pilhas, baterias e outros materiais que contém composição química também não devem ser descartados no local.

O trabalho da Prefeitura de Boa Vista funciona em conjunto com a população

A localização dos ecopontos é definida conforme as áreas com maior número de descartes incorretos de resíduos sólidos. Agora, os moradores do bairro Nova Cidade e adjacentes devem seguir o compromisso de apoiar a preservação do meio ambiente. O objetivo é que, futuramente, todas as regiões da capital sejam atendidas. Também é importante frisar que os Ecopontos não devem ser comparados aos lixões.

“A quantidade mensal por pessoa é de 1 metro cúbico. Os munícipes podem vir diretamente no Ecoponto para fazer o descarte. Será necessário apenas preencher um cadastro com seus dados e o tipo de resíduo que está trazendo, para podermos manter o controle e garantir que apenas os resíduos previstos sejam recebidos”, contou o secretário municipal de Meio Ambiente, Alexandre Santos.

Informação na porta de casa

Por ser uma novidade, a equipe do programa Braços Abertos, em parceria com a SEMMA, se preocupou em visitar as casas da região para informar aos moradores sobre como o Ecoponto irá funcionar. Essa ação ocorreu entre os dias 20 e 24 de junho.

O Ecoponto atende aos três pilares da sustentabilidade: meio ambiente, economia e social

Izabel Souza, de 45 anos, é a presidente da Associação Global de Catadores de Materiais Recicláveis, cujo trabalho é administrar os materiais que recebe, separando por categorias, prensando e enviando para os grandes centros, como os que se encontram em Manaus (AM). A presidente acredita que a parceria com a prefeitura irá gerar um efeito positivo para os envolvidos nesse processo e ao meio ambiente.

“Fundamos a associação com catadores de dentro do lixão. Com o tempo, tivemos que trabalhar nas ruas e começamos a conscientizar as pessoas para separarem o material reciclável em casa. Foi um trabalho difícil, mas fomos ganhando espaço. Sozinhos, nós catadores temos força, mas com o apoio da prefeitura, sendo o poder público municipal, essa força se multiplica”, afirmou Izabel.

Fonte: PMBV

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email
Print

Confira mais ...

TSE vai enviar observadores para eleições na Venezuela
Secretaria Especial da Mulher da ALE-RR já confeccionou 30 perucas este ano e segue com arrecadação de cabelos
Ministério Público denuncia policial penal pela morte de agente de saúde
Grupo Galpão realiza oficinas de teatro gratuitas em Boa Vista
Programa de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa participa de seminário sobre tráfico de pessoas e a proteção à criança
Polícia Civil apreende cocaína e munições com garimpeiro
Inscrições no processo seletivo para contratação de técnico especializado em Língua de Sinais vão até 17 de julho
Argentina vence a Colômbia e se torna a maior campeã da Copa América