960x300

Polícia Civil apreende 75 kg de drogas, armas e munições em Boa Vista

Revisão de dados indica recuo em número de jovens nem-nem
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.502 em 2025
Policial militar morre após perder controle de moto e ser atropelado por uma caçamba em Boa Vista
Motociclista morre após ser atingido por carro dirigido por jovem bêbado no Sul de Roraima

Em continuidade às diligências que resultaram na apreensão de 70 quilos de skunk no último dia 21, a PCRR (Polícia Civil de Roraima), por meio das equipes da DRE (Delegacia de Repressão à Entorpecentes) e DENARC (Departamento de Narcóticos) prendeu hoje, dia 23, duas pessoas em flagrante por tráfico e associação para o tráfico de drogas, apreendeu 75 quilos de skunk, considerada a “super maconha”, armas e munições.

Os policiais intensificaram as investigações logo após a apreensão
de 70 kg de skunk em uma chácara localizada às margens do igarapé Água Boa, na zona rural de Boa Vista. No memo dia, as diligências apontaram quem seria o dono da droga, o comerciante F. S. A., de 38 anos.

As investigações detalhadas revelaram a participação do comerciante F. S. A., no tráfico de drogas, em conluio com um piloto, que não foi localizado, identificando seus padrões de movimento e veículos utilizados.

Nas primeiras horas de hoje os policiais intensificaram as diligências acompanhando os movimentos do investigado, dividindo-se em três equipes. Segundo os policiais, o homem fez um movimento estranho que lhes deu a certeza de que estaria com drogas, no bairro Cidade Satélite.

O investigado foi abordado no galpão de uma Marmoraria no bairro Pintolândia, onde foram apreendidas duas armas de fogo, sendo um fuzil e um revólver 3,57, além de milhares de munições que ainda estão sendo contabilizadas. No local foi preso o irmão dele, A. O. G. B., apontado como sendo a pessoa que estava guardando as armas.

Em ato contínuo, os policiais foram a um depósito no bairro Caranã e abriram o local com uma chave que estava no carro de F. S. A. No local foram apreendidos os 75 quilos de skunk. Outra equipe, encontra-se, neste momento no bairro Cruviana, onde estão sendo apreendidas mais armas armazenadas em um cofre.

Devido ao grande volume de ilícitos apreendidos, as diligências seguem em andamento e não têm hora para encerrar.

As investigações apontaram que os dois homens presos têm vínculo familiar indireto com o governador Antonio Denarium. Eles foram conduzidos à sede da DRE, onde serão autuados em flagrante pelos crimes de tráfico, associação para o tráfico e posse ilegal de arma de fogo e munição.

A Delegada-Geral da Polícia Civil, Darlinda de Moura Viana, enfatizou que apesar dos detidos terem vínculos indiretos com a família do governador Antonio Denarium, ele não interfere na aplicação da lei, assegurando que a Polícia Civil de Roraima continuará investigando e punindo qualquer atividade criminosa, independentemente de quem seja o envolvido.

Fonte: PCRR

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email
Print

Confira mais ...

Sindicatos de servidores estaduais solicitam apoio de presidente da ALE-RR para reajuste salarial
PRF prende motorista por Uso de Documento Falso no Cantá
Assembleia Legislativa cria comissão especial para apurar indícios de irregularidades no Governo de Roraima
População pode sugerir prioridades de investimento para Roraima
Prefeitura inicia pesquisa com motoristas de veículos particulares e de carga em Boa Vista
Seleção brasileira treina em Orlando, onde enfrenta os EUA na quarta
Iniciam amanhã as inscrições para os novos cursos de ensino a distância da Escola do Legislativo
PF prende duas pessoas por crimes ambientais e porte ilegal de arma de fogo em Roraima