960x300

PERÍODO DE SECAS EM RORAIMA GERA AUMENTO NOS CASOS DE DOENÇAS RESPIRATÓRIAS

Revisão de dados indica recuo em número de jovens nem-nem
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.502 em 2025
Policial militar morre após perder controle de moto e ser atropelado por uma caçamba em Boa Vista
Motociclista morre após ser atingido por carro dirigido por jovem bêbado no Sul de Roraima

O ano de 2023 tem sido testemunha de um surpreendente aumento nas temperaturas em todo o Brasil, um fenômeno diretamente atribuído ao super El Niño, que se origina do aquecimento anormal das águas do oceano Pacífico.

Além do calor intenso, essa situação tem desencadeado um aumento notável no número de atendimentos a pacientes com problemas respiratórios na Rede Estadual de Saúde, de acordo com os dados mais recentes do Pronto Atendimento Cosme e Silva (PACS).

Somente durante o mês de agosto, a unidade de saúde registrou 1.335 pacientes com queixas relacionadas a doenças respiratórias, sendo 974 atendimentos associados a Infecções de Vias Aéreas Superiores (IVAS).

O relatório também destaca 199 atendimentos a pacientes diagnosticados com pneumonia e 162 casos de sangramento nasal.

Moema Gonçalves, diretora geral da unidade de saúde, expressou sua preocupação com a situação: “Neste período de calor extremo em Roraima, observamos um aumento significativo nos casos de doenças respiratórias. No mês de agosto, o PACS teve um aumento de 40% em relação aos outros meses do ano, e o mesmo cenário se mantém em setembro.”

Diante desse cenário, é crucial reforçar os cuidados necessários. O Pronto Atendimento Cosme e Silva, sendo uma unidade de pronto atendimento, é o destino de pacientes que necessitam de atendimento imediato, operando 24 horas por dia para casos de urgência e emergência médica.

Moema ainda destacou: “Pacientes têm apresentado casos de pneumonia, sangramento nasal, bronquite e asma. É fundamental identificar sintomas graves, como falta de ar, extrema fadiga e febre alta.”

Além disso, a diretora enfatizou os cuidados preventivos que a população deve adotar para evitar que os sintomas se agravem. Isso inclui aumentar a ingestão de líquidos, evitar locais fechados ou com grandes aglomerações e conscientizar sobre os riscos da automedicação sem um diagnóstico médico preciso.

Ela concluiu com um apelo importante: “Procure um médico, evite a automedicação e mantenha seu cartão de vacinação atualizado.” É fundamental que a população esteja ciente dos cuidados necessários para enfrentar esse período de condições climáticas adversas em Roraima.

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email
Print

Confira mais ...

Sindicatos de servidores estaduais solicitam apoio de presidente da ALE-RR para reajuste salarial
PRF prende motorista por Uso de Documento Falso no Cantá
Assembleia Legislativa cria comissão especial para apurar indícios de irregularidades no Governo de Roraima
População pode sugerir prioridades de investimento para Roraima
Prefeitura inicia pesquisa com motoristas de veículos particulares e de carga em Boa Vista
Seleção brasileira treina em Orlando, onde enfrenta os EUA na quarta
Iniciam amanhã as inscrições para os novos cursos de ensino a distância da Escola do Legislativo
PF prende duas pessoas por crimes ambientais e porte ilegal de arma de fogo em Roraima