Pais recebem orientação sobre educação de trânsito no retorno ao às aulas

Educação no trânsito
Policial militar morre após perder controle de moto e ser atropelado por uma caçamba em Boa Vista
Motociclista morre após ser atingido por carro dirigido por jovem bêbado no Sul de Roraima
Desenvolve RR faz prospecção de clientes durante feira em Normandia
Roraima recebe 16 blindados do Exército para reforçar segurança na fronteira com Venezuela

Com o retorno das aulas na rede municipal de ensino em Boa Vista, a prefeitura iniciou também essa semana uma ação de educação para o trânsito em frente às escolas para orientar pais e responsáveis sobre os cuidados de segurança no dia a dia.

Com o tema “Juntos Salvamos Vidas”, a ação vai acontecer durante todo ano letivo. É desenvolvida por agentes da Secretaria Municipal de Segurança Urbana e Trânsito (SMST), orientando sobre o transporte seguro dos estudantes, seja de carro ou motocicleta, além de reforçar a importância das faixas de pedestres.

“A orientação que damos aos motoristas e motociclistas que transitam próximos de escolas é reduzir a velocidade, ligar o pisca-alerta para chamar atenção dos outros veículos e assim evitar acidentes de trânsito”, destacou o chefe municipal da educação para o trânsito, Ney Brito.

Tyara Level é mãe de Valentina, de 4 anos, estudante da Escola Municipal Isete Evangelista Albuquerque. Segundo ela, a cadeirinha é indispensável para a segurança da filha e por isso nunca tira o item do carro.  

“Minha filha já tem o costume de entrar no carro, sentar na cadeirinha e colocar o cinto de segurança. E ela mesma já pede para que todos coloquem o cinto de segurança. Ficamos até mais tranquilos quando vemos uma ação de orientação feita pelos agentes de trânsito”, afirmou Tyara.

A gestora da escola Isete Evangelista, Simone Mary de Melo, parabenizou a iniciativa. “Todos os anos aqui na escola nós trabalhamos com a educação para o trânsito e os nossos alunos com idade entre 4 a 6 anos, têm uma facilidade enorme de aprender sobre o trânsito”, afirmou.

O que diz a legislação de trânsito

A criança com idade menor que 10 anos tem que ser transportada no banco de trás dos carros e dependendo do tamanho, deve estar no bebê conforto (1 ano e meio a 2 anos), na cadeirinha (até 4 anos) ou no acento em elevação (até os 10 anos). Se a criança já alcançou uma altura de 1,45 m e o cinto de segurança não machucar, ela poderá ser transportada no banco de trás, usando o equipamento de proteção.

Já em relação a motocicletas e similares, com a nova legislação de trânsito, a criança só pode ser transportada quando completar os 10 anos de idade.

Penalidades – Transportar crianças em veículos sem os cuidados indispensáveis a segurança dela, é infração de trânsito de natureza gravíssima, com 7 pontos na CNH e retenção do veículo. Para motocicletas, é aplicada a mesma infração e se a criança estiver sem o capacete, ainda é recolhida a CNH.

Fonte: Semuc

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email
Print

Confira mais ...

Policial militar morre após perder controle de moto e ser atropelado por uma caçamba em Boa Vista
Motociclista morre após ser atingido por carro dirigido por jovem bêbado no Sul de Roraima
Cooperação entre PF e Polícia da Guiana promove captura de foragidos brasileiros em Georgetown
Detran-RR restitui valores para motoristas de veículos leiloados a partir de 2020
Atricon e TCERR incentivam apoio à campanha “Se Renda à Infância” 2024
Soldado Sampaio explica motivações para rompimento político com governador Antonio Denarium
PRF em Roraima prende motorista por cinco crimes diferentes
Desenvolve RR faz prospecção de clientes durante feira em Normandia