960x300

Operação da PF na UERR é desdobramento de caso com R$ 3,2 milhões apreendidos em dinheiro vivo

Revisão de dados indica recuo em número de jovens nem-nem
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.502 em 2025
Policial militar morre após perder controle de moto e ser atropelado por uma caçamba em Boa Vista
Motociclista morre após ser atingido por carro dirigido por jovem bêbado no Sul de Roraima

A Polícia Federal deflagrou hoje a operação Harpia, visando desmantelar um esquema de corrupção que supostamente envolve a Universidade Estadual de Roraima (UERR) e uma empresa de engenharia. Mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos na reitoria da UERR, em Boa Vista, como parte dessa ação que busca esclarecer as suspeitas de irregularidades.

Essa operação é um desdobramento das investigações que tiveram início após a apreensão de uma quantia expressiva – R$ 3,2 milhões em dinheiro vivo – no dia 17 de agosto. O dinheiro estava escondido em fardos marcados com a quantia de R$ 50 mil, e foi encontrado na residência do irmão de um dos sócios da empresa sob investigação, a qual estaria ligada ao esquema.

A Polícia Federal também está executando outro mandado de busca e apreensão em um local diferente de Boa Vista, simultaneamente à operação na UERR. Ambas as ordens judiciais foram emitidas pela Vara de Entorpecentes e Organizações Criminosas, denotando a seriedade e complexidade da investigação.

A operação Harpia, assim nomeada em referência à imponente ave de rapina, destaca-se por sua meticulosa abordagem. Similar à águia harpia, que aguarda pacientemente o momento exato para atacar sua presa, a ação policial foi cuidadosamente planejada, levando em consideração cada detalhe das suspeitas de corrupção que circundam a universidade e a empresa de engenharia.

À medida que essa operação se desenrola, espera-se que mais detalhes em relação às alegações de corrupção e os indivíduos envolvidos venham à luz. A busca por justiça e transparência permanece como objetivo central da ação da Polícia Federal, reforçando o compromisso de combater práticas ilícitas que afetam negativamente a integridade das instituições e a confiança da população.

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email
Print

Confira mais ...

Sindicatos de servidores estaduais solicitam apoio de presidente da ALE-RR para reajuste salarial
PRF prende motorista por Uso de Documento Falso no Cantá
Assembleia Legislativa cria comissão especial para apurar indícios de irregularidades no Governo de Roraima
População pode sugerir prioridades de investimento para Roraima
Prefeitura inicia pesquisa com motoristas de veículos particulares e de carga em Boa Vista
Seleção brasileira treina em Orlando, onde enfrenta os EUA na quarta
Iniciam amanhã as inscrições para os novos cursos de ensino a distância da Escola do Legislativo
PF prende duas pessoas por crimes ambientais e porte ilegal de arma de fogo em Roraima