960x300

Mormaço Cultural 2023: Celebração Multissensorial em Roraima Cativa o Público

Revisão de dados indica recuo em número de jovens nem-nem
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.502 em 2025
Policial militar morre após perder controle de moto e ser atropelado por uma caçamba em Boa Vista
Motociclista morre após ser atingido por carro dirigido por jovem bêbado no Sul de Roraima

Em sua segunda edição, o Mormaço Cultural conquistou um lugar de destaque como o maior festival de multilinguagens artísticas de Roraima. Durante dois dias repletos de música, cinema, teatro e diversão, o evento atraiu uma multidão ao Parque do Rio Branco.

O último dia do festival, ocorrido no domingo, dia 1º, se destacou com dez emocionantes apresentações musicais, incluindo talentos locais e nacionais. O público vivenciou momentos memoráveis e reforçou o status do Mormaço Cultural como uma celebração única, deixando a todos ansiosos pela próxima edição.

Palco Sol: Duda Beat e Xamã Hipnotizam a Multidão

O gramado do Parque do Rio Branco, onde o Palco Sol foi montado, se viu tomado por uma multidão ansiosa para apreciar os incríveis shows de Duda Beat e Xamã. Ambos artistas, estreando em Roraima, fizeram o público vibrar com suas canções populares e performances envolventes.

O rapper carioca Xamã, conhecido por sua influência na cena do trap brasileiro, cativou o público com seu estilo e rimas afiadas. Suas letras falam sobre a vida nas ruas, amor e questões atuais, conquistando a plateia.

Xamã, que destacou suas raízes indígenas, enfatizou a importância de compartilhar a cultura e a espiritualidade desse tema por meio da música. Ele ressaltou: “O Brasil inteiro é um território indígena.”

A pernambucana Duda Beat, com sua riqueza cultural nordestina, encantou o público com hits como “Bichinho,” “Nem um pouquinho,” “Meu Pisêro,” “Meu Jeito de Amar,” “Tangerina,” entre outros. A cantora Anne Louise Sanfoneira, representante local, se juntou a Duda para interpretar “Chapadinha na Praia,” proporcionando um momento especial.

Talentos Locais Brilham no Palco Sol

A banda roraimense Sociedade de Esquina inaugurou as performances no Palco Sol, trazendo influências locais que variam do pop ao carimbó. A vocalista Milena Macuxi enfatizou a importância de representar a cultura indígena e promover pautas relevantes em eventos culturais.

A Banda Dó3, formada por estudantes da UFRR, fechou a noite com pop, rock e MPB, oferecendo uma viagem musical que incluiu artistas como Pablo Vittar e Paramore. O DJ Andrezinho manteve o público animado com músicas eletrônicas brasileiras durante os intervalos.

Fãs Celebram a Diversidade Musical do Festival

O público presente se emocionou com a diversidade musical do evento. O rapper Emicida emocionou a todos com sua apresentação, trazendo temas sociais, raciais e políticos em suas rimas e poesias.

O rapper local Bzack também teve uma atuação marcante, abordando questões sociais e promovendo a conscientização por justiça e igualdade.

A Banda Biquíni, após uma espera de uma década, levou o público ao êxtase com um show repleto de carisma e rock ‘n’ roll.

O Mormaço Cultural 2023, com sua rica mistura de culturas e sons, cumpriu sua missão de proporcionar uma experiência inesquecível para todos os presentes. O público aplaudiu entusiasticamente, provando que o festival se tornou um pilar da cena cultural em Roraima.

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email
Print

Confira mais ...

Sindicatos de servidores estaduais solicitam apoio de presidente da ALE-RR para reajuste salarial
PRF prende motorista por Uso de Documento Falso no Cantá
Assembleia Legislativa cria comissão especial para apurar indícios de irregularidades no Governo de Roraima
População pode sugerir prioridades de investimento para Roraima
Prefeitura inicia pesquisa com motoristas de veículos particulares e de carga em Boa Vista
Seleção brasileira treina em Orlando, onde enfrenta os EUA na quarta
Iniciam amanhã as inscrições para os novos cursos de ensino a distância da Escola do Legislativo
PF prende duas pessoas por crimes ambientais e porte ilegal de arma de fogo em Roraima