Jair Bolsonaro terá até o dia 28 para depor sobre o suposto vazamento de informações do TSE

Ministro Alexandre de Moraes
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.502 em 2025
Policial militar morre após perder controle de moto e ser atropelado por uma caçamba em Boa Vista
Motociclista morre após ser atingido por carro dirigido por jovem bêbado no Sul de Roraima
Desenvolve RR faz prospecção de clientes durante feira em Normandia

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que o presidente Jair Bolsonaro preste depoimento até o dia 28 sobre o suposto vazamento de informações sigilosas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O inquérito foi aberto em agosto do ano passado, depois que Bolsonaro divulgou em suas redes sociais a íntegra de uma investigação da Polícia Federal (PF) que tramita em segredo de justiça – e que trata de um ataque hacker aos sistemas internos da Corte Eleitoral.

Como essas apurações ainda não foram concluídas, o presidente, como servidor público, tem o dever legal de proteger os dados. Porém, Bolsonaro os utilizou para tentar desacreditar a confiabilidade das urnas eletrônicas, embora não tenha havido prejuízos à votação.
A decisão de Moraes foi antecipada pelo jornal “Folha de S.Paulo” e confirmada pelo Victor Feitosa Campos. Ele era o responsável pelo inquérito sobre a invasão cibernética, mas Moraes determinou seu afastamento do caso.

Fonte: Valor Econômico

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email
Print

Confira mais ...

PF deflagra operação para combater desvio de recursos da Secretaria Estadual de Saúde de Roraima
Polícia Civil prende homem condenado por estupro de crianças
Abertas vagas para processo seletivo de bolsistas para Embrapa RR
Polícia Civil cumpre cinco mandados de prisão preventiva contra acusados de homicídio em Alto Alegre
FICCO-RR PRENDE UMA PESSOA POR TRÁFICO DE DROGAS EM BOA VISTA
Polícia Civil cumpriu mandados de prisão e apreensão para esclarecer morte de casal
PL que altera lei de regularização fundiária de Roraima possui 37 emendas propostas por comissão especial da ALE-RR
Polícia Civil esclarece fraude Imobiliária, localiza suspeito de estelionato e apreende veículos