Homem é preso suspeito de agredir a esposa com barra de ferro no Cantá, ao Norte de Roraima

Carro pega fogo em semáforo após manutenção elétrica
Expoferr 2023 reúne público recorde de mais de 500 mil pessoas em cinco dias de evento
Renovação e Inovação no Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth
Interrupção do serviço de internet em Roraima afeta atividades online

No último sábado (26) à noite, um homem de 30 anos foi detido sob suspeita de agredir violentamente sua própria esposa com uma barra de ferro no município de Cantá, localizado ao Norte de Roraima. A prisão ocorreu após a Polícia Militar ser chamada por vizinhos do casal para intervir em um caso de violência doméstica.

Ao chegarem ao local, os agentes se depararam com a vítima, uma mulher de 46 anos, ensanguentada e sem roupas, deitada em uma cama. Ela relatou aos policiais que estava dormindo quando seu marido começou a atacá-la de forma agressiva, usando tanto uma barra de ferro quanto uma faca como armas para as agressões. Durante o ataque, o agressor chegou a afirmar que era membro de uma organização criminosa. Após a brutalidade, ele fugiu do local, levando consigo o celular da vítima e alguns de seus cartões bancários.

A vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada ao Pronto Socorro Francisco Elesbão, situado no complexo do Hospital Geral de Roraima (HGR), em Boa Vista. Seus ferimentos incluíam escoriações em ambos os braços, com suspeita de fratura no braço esquerdo, hemorragia nasal, hematomas faciais e um corte no maxilar.

Após investigações e buscas na região, a polícia conseguiu localizar o agressor. Ao ser questionado, o homem alegou que encontrou sua esposa na cama com outro homem, e em um momento de raiva, empurrou-a antes de sair da residência. Ele foi detido e encaminhado à delegacia da Polícia Civil de Cantá.

O caso reforça a preocupação contínua com a violência doméstica e suas consequências graves. A agressão deixou a vítima com ferimentos sérios, exigindo atendimento médico imediato. As autoridades locais continuam a reforçar a importância da denúncia de casos de violência doméstica e de gênero, visando à proteção das vítimas e à punição dos agressores.

Fonte: G1 Roraima

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email
Print

Confira mais ...

Carro pega fogo em semáforo após manutenção elétrica
Tragédia em Caroebe, homem de 33 anos morre após ser atingido por galho de árvore
Violência doméstica em Boa Vista – Jovem é agredida por se recusar a intimidade com namorado
Programa de Anistia do Governo de Roraima: Quitação de Dívidas Residenciais no Vila Jardim
Dia da Consciência Negra: saiba o que abre e fecha em Boa Vista durante o feriado
“Entenda e controle o seu feed do Instagram: algoritmos, recomendações e preferências pessoais
Expoferr 2023 reúne público recorde de mais de 500 mil pessoas em cinco dias de evento
Justiça de Roraima recusa transferência de jovem acusado de matar duas nmulheres em acidente