960x300 (1)

Glocal Amazônia: empresários do ramo de impacto conversam sobre relação de lucro com o meio ambiente

Prefeitura lança edital de chamamento para área de alimentação do festival Mormaço Cultural
Banco Central comunica vazamento de dados de 39 mil chaves Pix
Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 9 milhões
Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio estimado em R$ 120 milhões

No mundo do empreendedorismo, as trajetórias não seguem uma linha reta, mas sim um percurso repleto de curvas, altos e baixos. Essa jornada, por vezes desafiadora, é o pano de fundo para os novos empreendedores que buscam não apenas o sucesso financeiro, mas também a transformação social. Em uma conversa exclusiva, Marcus, um nome em ascensão no cenário empreendedor, compartilhou insights sobre a importância do impacto e da inclusão no âmago dos negócios.

Para Marcus, a essência do empreendedorismo contemporâneo transcende a mera geração de empregos. Ele destaca que a complexidade desse cenário exige que os novos empreendedores estejam cientes das curvas e oscilações que podem surgir. “Empreender não é uma reta, tem curvas e altos e baixos. O novo empreendedor precisa saber disso”, salienta.

Contudo, o diferencial está em compreender o alcance do impacto gerado pela atividade empreendedora. O conceito de impacto, segundo Marcus, vai muito além do âmbito econômico. “O impacto fala muito sobre incluir pessoas nessa jornada e como você vai levar sentido para essas pessoas”, explica. Para ele, a criação de empregos é apenas o ponto de partida. O verdadeiro impacto emerge da capacidade de construir uma economia que aborda os dilemas sociais prementes.

Um desses dilemas é a marginalização de indivíduos da sociedade. Marcus enfatiza que o verdadeiro impacto não se limita a números, mas sim à capacidade de transformar vidas à margem em participantes ativos do tecido empresarial. “Gerar emprego por si só não é gerar impacto, e sim, desenvolver uma economia que resolva os problemas sociais, como por exemplo resgatar pessoas que estão à margem para o centro dos negócios”, esclarece.

Em tempos onde a responsabilidade social das empresas é cada vez mais valorizada, as palavras de Marcus ecoam como um chamado à ação. Empreender, para ele, é mais do que uma busca por lucros; é uma oportunidade de conduzir mudanças tangíveis na sociedade. Nesse contexto, o impacto se torna um farol orientador, iluminando o caminho rumo a uma economia mais inclusiva e equitativa.

Fonte: UOL

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email
Print

Confira mais ...

TSE vai enviar observadores para eleições na Venezuela
Secretaria Especial da Mulher da ALE-RR já confeccionou 30 perucas este ano e segue com arrecadação de cabelos
Ministério Público denuncia policial penal pela morte de agente de saúde
Grupo Galpão realiza oficinas de teatro gratuitas em Boa Vista
Programa de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa participa de seminário sobre tráfico de pessoas e a proteção à criança
Polícia Civil apreende cocaína e munições com garimpeiro
Inscrições no processo seletivo para contratação de técnico especializado em Língua de Sinais vão até 17 de julho
Argentina vence a Colômbia e se torna a maior campeã da Copa América