Filme roraimense arrebata 3 prêmios no Festival Olhar do Norte

Festival Olhar do Norte
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.502 em 2025
Policial militar morre após perder controle de moto e ser atropelado por uma caçamba em Boa Vista
Motociclista morre após ser atingido por carro dirigido por jovem bêbado no Sul de Roraima
Desenvolve RR faz prospecção de clientes durante feira em Normandia

O curta-metragem Rabiola, dirigido e produzido pelo cineasta Thiago Briglia, foi eleito o  Melhor Filme pelo público do festival.  Além disso, recebeu do júri oficial o prêmio de Melhor Roteiro, feito que o diretor partilha com o também roteirista Elder Torres e o prêmio de Melhor Atuação para a atriz Ixemar Camacho, pela personagem Isabel.

O Festival Olhar do Norte é um dos principais festivais da região por contemplar a diversidade do cinema produzido em todos os cantos da Amazônia. “Eles têm uma curadoria muito conectada com tudo o que está acontecendo de mais interessante e autêntico na produção audiovisual nortista. Exibir o nosso filme na telona para a plateia presente no Teatro Amazonas nos empolgou muito, ganhar 3 prêmios nos deixou eufóricos”, ressalta o diretor.

“O nosso curta aborda questões importantes da nossa realidade atual e estes prêmios irão dar mais visibilidade para essa história e também para o nosso cinema aqui no extremo norte”, disse Briglia.

O jornalista e crítico de cinema Caio Pimenta do Portal Cineset, destacou os méritos do curta  em sua crítica sobre o filme.  “Através da universalidade de seus temas e, ao mesmo tempo, falar de males tão enraizados da nossa história, ‘Rabiola’ cativa de forma hábil, inteligente e sensível o público. Um pequeno tesouro roraimense.” 

A atriz venezuelana Ixemar Camacho, vencedora na categoria Melhor Atuação, também destaca os sentimentos pelo filme. “Minha atuação no curta Rabiola, além de ser uma janela para mostrar o meu profissionalismo como atriz, representa para mim ser embaixadora das lutas dos vulnerados, dos imigrantes e da valia das lutas dos venezuelanos no mundo”, disse.

‘Rabiola’ conta a história de Bernardo (Caíque Cordeiro), um garoto brasileiro, Jeferson (Abrahan Melendez) e Joisiris (Bianca Gonzalo), duas crianças venezuelanas, que travam uma batalha no céu para ver quem derruba o papagaio de quem. Quando isso acontece, uma nova disputa começa.

O cinema roraimense também esteve representado na Seleção Oficial pelo curta-metragem Nome Sujo, dirigido por Artur Roraimana, que despertou interesse do público e da crítica.  “Nome Sujo coloca-se como uma crônica do que é crescer e chegar ao mercado de trabalho desalentador e ver um país de portas fechadas para estes jovens adultos e seus sonhos, especialmente, se você é LGBTQIA+”, disse o portal  Cineset.

“A experiência de participar do festival foi muito gratificante. Além de poder assistir nossos filmes no Teatro Amazonas, que por si só já é uma experiência incrível e desejada por muitos, tivemos também a oportunidade de participar de debates e oficinas na nossa área”, ressaltou Artur Roraimana.

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email
Print

Confira mais ...

PF deflagra operação para combater desvio de recursos da Secretaria Estadual de Saúde de Roraima
Polícia Civil prende homem condenado por estupro de crianças
Abertas vagas para processo seletivo de bolsistas para Embrapa RR
Polícia Civil cumpre cinco mandados de prisão preventiva contra acusados de homicídio em Alto Alegre
FICCO-RR PRENDE UMA PESSOA POR TRÁFICO DE DROGAS EM BOA VISTA
Polícia Civil cumpriu mandados de prisão e apreensão para esclarecer morte de casal
PL que altera lei de regularização fundiária de Roraima possui 37 emendas propostas por comissão especial da ALE-RR
Polícia Civil esclarece fraude Imobiliária, localiza suspeito de estelionato e apreende veículos