Emoção marcam o início das aulas do Curso de Ballet e Oficina de Teatro

Aulas de ballet e Teatro
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.502 em 2025
Policial militar morre após perder controle de moto e ser atropelado por uma caçamba em Boa Vista
Motociclista morre após ser atingido por carro dirigido por jovem bêbado no Sul de Roraima
Desenvolve RR faz prospecção de clientes durante feira em Normandia

Um mundo novo e cheio de possibilidades! Assim se resume o início das aulas do Curso de Ballet Infantojuvenil e da Oficina de Teatro para Adultos, ocorridas nesta semana no Teatro Municipal de Boa Vista.

Foram abertas mais de 150 vagas gratuitas, para ambas as capacitações, que acontecem por meio da Fundação de Educação, Turismo, Esporte e Cultura (Fetec). Para o prefeito Arthur Henrique, investir em cultura é também pensar no futuro.

“Sabemos da importância das artes na formação e desenvolvimento de uma sociedade mais crítica e inteligente. Oferecer para as pessoas essa oportunidade de acesso cultural é nossa obrigação como gestão municipal”, disse.

BALLET INFANTOJUVENIL – O curso, que ofertou um total de 135 vagas atende a categoria ‘infantil’ (de 5 a 11 anos) e juvenil (de 12 a 17 anos). Os integrantes foram divididos em nove turmas, em horários tanto da manhã, quanto da tarde.

Cristiane Medeiros é mãe da pequena Maria Alice e afirmou que, antes mesmo de começar as aulas, a filha sempre sonhou em fazer ballet. “Ela muitas vezes fazia alguns passos e nunca tinha nem participado de uma aula. Ficou totalmente empolgada com a notícia que faria o curso. E para mim, como mãe, é só orgulho e emoção”, contou.

Helenice Barreto, mãe da Helena, agradeceu a oportunidade. “Ela sempre quis fazer ballet, mas nunca tive condições de colocá-la em uma aula particular. Acho que pode contribuir muito para o desenvolvimento corporal dela, disciplina e obediência”, falou.

A professora do curso, Aila Gama, listou diversos benefícios do ballet na vida dos praticantes. “Mais que a beleza dos movimentos, o ballet proporciona desinibição, autoestima, postura, flexibilidade, mobilidade corporal, agregando em vários pontos da vida pessoal”, explicou.

Para o curso, não será oferecida certificação. Porém, os conhecimentos adquiridos em aula serão colocados em prática em duas apresentações, sendo que uma acontecerá no meio do ano e outra, no fim.

TEATRO PARA ADULTOS – Para essa oficina, que terá duração de 48h, foram oferecidas 30 vagas. Uma das turmas terá aulas todas as segundas e quartas-feiras e a outra, todas as terças e quintas.

Os participantes trabalharão improvisações livres, criação de dramaturgia, construção de personagem e produção de cena. Por se tratar de uma oficina de iniciação teatral, a ideia é promover, com o auxílio de dinâmicas, apresentações no palco em curto espaço de tempo.

“A ideia é que a partir das técnicas e jogos teatrais eles possam potencializar a capacidade de expressão, independente de ter ou não experiência. Nesse momento delicado de pandemia, em que as pessoas estão muito fechadas, sentimos que a necessidade de se manifestar está cada vez mais presente e nada melhor que o teatro para proporcionar isso”, disse o professor Marcelo Peres.

Eli Araújo, uma das participantes, destacou a relevância da inciativa. “Por estar envolvida nas artes desde muito tempo sei das transformações que a cultura pode proporcionar na vida das pessoas e facilitar esse acesso é fundamental, já que na maioria das vezes isso só é possível, pagando”, disse.

Arthur Rosa vem de uma família de artistas e falou sobre sua primeira impressão da oficina. “Nossa cidade é cheia de grandes talentos e um projeto aberto a toda sociedade facilita essas descobertas. Só nessa primeira aula já percebi que a oficina é de qualidade, que existe um profissionalismo muito grande. Gostei de sentir a energia das pessoas em quererem, de fato, fazer teatro”, falou.

Fonte: Semuc

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email
Print

Confira mais ...

Empresário e funcionária pública acusados de estupro de vulnerável são presos pela polícia
Governo contratará psicólogos, assistentes sociais e nutricionistas para atender rede estadual de ensino
ALE-RR discute políticas públicas em visita de diretor da Casa de Governo a Roraima
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.502 em 2025
Empreendedores participam de oficina sobre Microcrédito Consciente
PRF em Roraima apreende arma de fogo, ouro, minérios e combustível contrabandeado
Curso de edição de fotos e vídeos para celular aprimora habilidades de servidores da ALE-RR
Policial militar morre após perder controle de moto e ser atropelado por uma caçamba em Boa Vista