EM PACARAIMA: Polícia Civil prende indígena acusado de matar o primo na Comunidade São Mateus

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.502 em 2025
Policial militar morre após perder controle de moto e ser atropelado por uma caçamba em Boa Vista
Motociclista morre após ser atingido por carro dirigido por jovem bêbado no Sul de Roraima
Desenvolve RR faz prospecção de clientes durante feira em Normandia

Diligências realizadas pela equipe da PCRR (Polícia Civil de Roraima),
possibilitaram a prisão do agricultor indígena A. S., de 27 anos, no Centro de Pacaraima. Ele fugiu do município de Uiramutã, onde é acusado de matar o próprio primo, o também agricultor Reginaldo Batista de Lima, de 49 anos. O corpo da vítima foi encontrado por volta das 08 horas de sexta-feira, dia 03, na Comunidade Indígena São Mateus, no município de Uiramutã.

De acordo com informações obtidas pelo delegado titular Pacaraima, Domingos Sávio, a equipe de investigação recebeu informações sobre um homicídio na comunidade São Mateus e que o suposto infrator, estava se deslocando para Pacaraima.

Os policiais diligenciaram até a Comunidade Ingarumã, que fica 5 km da Sede de Pacaraima. Ele tentou esconder nessa comunidade, onde obteve apoio dos familiares que o levaram até Pacaraima, pois a comunidade é muito pequena e ele poderia ser localizado com facilidade.

Em seguida, os policiais fizeram buscas na sede de Pacaraima e o prenderam no Centro da cidade. Ele confessou o crime, alegando legítima defesa, pois teria sido atacado pelo “Rabudo” ou “Canaimé”, uma lenda indígena.

SOBRE O CRIME –
Testemunhas relataram que estavam trabalhando na agricultura e, paralelamente, consumindo bebida alcoólica com o acusado e a vítima antes do crime. Após o término da bebida, todos saíram da casa, deixando Reginaldo dormindo na cama do acusado.

O acusado alegou que, enquanto dormia sozinho em casa, foi surpreendido por alguém tentando enforcá-lo, o que o levou a reagir em legítima defesa. Disse que o local estava muito escuro e não tinha como ver quem estava lhe agredindo. Ele confessou ter agredido a vítima com socos, após ser agredido.

Após o crime, ele foi até a casa de um familiar onde disse que foi atacado pelo “rabudo” e que o matou. Somente ao irem até sua casa foi que encontraram Reginaldo Lima morto, é que o acusado percebeu ter matado o primo e não o rabudo. O acusado saiu da comunidade e se dirigiu a Pacaraima, alegando que iria se entregar à polícia, utilizando uma motocicleta do GPVTI (Grupo de Proteção dos Povos Indígenas da Terra Indígena)

Ele foi preso e levado à sede da Delegacia de Pacaraima, onde o delegado lavrou um APF (Auto de Prisão em Flagrante) contra ele por homicídio simples. O homem foi apresentado na Audiência de Custódia em Boa Vista e teve sua prisão homologada e convertida em prisão preventiva, sendo encaminhado ao Sistema Prisional.

Fonte, PCRR

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email
Print

Confira mais ...

PF deflagra operação para combater desvio de recursos da Secretaria Estadual de Saúde de Roraima
Polícia Civil prende homem condenado por estupro de crianças
Abertas vagas para processo seletivo de bolsistas para Embrapa RR
Polícia Civil cumpre cinco mandados de prisão preventiva contra acusados de homicídio em Alto Alegre
FICCO-RR PRENDE UMA PESSOA POR TRÁFICO DE DROGAS EM BOA VISTA
Polícia Civil cumpriu mandados de prisão e apreensão para esclarecer morte de casal
PL que altera lei de regularização fundiária de Roraima possui 37 emendas propostas por comissão especial da ALE-RR
Polícia Civil esclarece fraude Imobiliária, localiza suspeito de estelionato e apreende veículos