Começa amanhã vacinação de crianças com comorbidades em Boa Vista

Vacina para crianças
Policial militar morre após perder controle de moto e ser atropelado por uma caçamba em Boa Vista
Motociclista morre após ser atingido por carro dirigido por jovem bêbado no Sul de Roraima
Desenvolve RR faz prospecção de clientes durante feira em Normandia
Roraima recebe 16 blindados do Exército para reforçar segurança na fronteira com Venezuela

Começa amanhã (18), no município de Boa Vista a vacinação infantil contra a Covid-19. Nesse primeiro momento, serão imunizadas as crianças de 5 a 11 anos, 11 meses e 29 dias, seguindo os critérios de priorização estabelecidos no Plano Nacional de Operacionalização da vacina (PNO), do Ministério da Saúde, assim como ocorreu durante o início da vacinação do público adulto.

Serão atendidas as crianças, por ordem de prioridades:

18 a 25/01 – Crianças de 5 a 11 anos com deficiência permanente ou comorbidades

26/01 a 02/02 – 11 e 10 anos

03/02 a 10/02 – 9 e 8 anos

11/02 a 18/02 – 7 e 6 anos

21/02 – 5 anos

O município nesta segunda-feira (17), recebeu 1.090 doses da vacina pediátrica, da Pfizer, repassadas pelo Estado com dosagem especifica para crianças. A aplicação foi autorizara pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e tem intervalo de 8 semanas entre a 1° e 2°.

A prefeitura vai disponibilizar especificamente para essa campanha infantil, nove unidades básicas de saúde, que funcionarão de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h. São elas:

UBS Hélio Macedo – Rua Joca Farias, 2199 (Jardim Caranã)

UBS Dalmo Feitosa – Rua Austrália, 700 (Cauamé)

UBS Ione Santiago – Av. Sebastião Diniz, 115 (São Pedro)

UBS Jorge André Gurjão – Rua CC-24, 341 (Laura Moreira/Cidadão)

UBS Arminda Gomes –Rua José Airton de Almeida, 422 – Jóquei Clube (Jóquei Clube)

UBS Santa Luzia – Rua Abel Moreira Reis, 1786 (Pintolândia)

UBS Buritis – Rua Raimundo Figueiras, 661 (Buritis)

UBS Raiar do Sol – Rua das Estrelas, 672 (Raiar do Sol)

UBS Mecejana – Rua Pavão, 195 9 ( Mecejana)

Critérios para vacinação – As crianças devem estar acompanhadas por pais ou responsáveis, manifestando sua concordância com a vacinação. Em caso de ausência de pais ou responsáveis, a vacinação deverá ser autorizada por um termo de assentimento por escrito.

Deficiência permanente ou comorbidade – Para comprovação de crianças com deficiência permanente ou comorbidade, no ato da vacinação, os pais ou responsáveis deverão apresentar documento de identificação, CPF ou cartão SUS e cartão de vacina da criança; cópia (que será retida) dos seguintes documentos: Laudo médico, com assinatura e carimbo; receita de medicamentos utilizada pela comorbidade existente assinada e carimbada pelo médico, pelo menos de dois meses; resultados de exames que comprovem a deficiência ou comorbidade e outros documentos que comprovem a deficiência ou comorbidade.

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email
Print

Confira mais ...

Policial militar morre após perder controle de moto e ser atropelado por uma caçamba em Boa Vista
Motociclista morre após ser atingido por carro dirigido por jovem bêbado no Sul de Roraima
Cooperação entre PF e Polícia da Guiana promove captura de foragidos brasileiros em Georgetown
Detran-RR restitui valores para motoristas de veículos leiloados a partir de 2020
Atricon e TCERR incentivam apoio à campanha “Se Renda à Infância” 2024
Soldado Sampaio explica motivações para rompimento político com governador Antonio Denarium
PRF em Roraima prende motorista por cinco crimes diferentes
Desenvolve RR faz prospecção de clientes durante feira em Normandia