960x300

ALE-RR encerra projeto de combate ao tráfico humano com roda de conversa em escola do Nova Cidade

Revisão de dados indica recuo em número de jovens nem-nem
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.502 em 2025
Policial militar morre após perder controle de moto e ser atropelado por uma caçamba em Boa Vista
Motociclista morre após ser atingido por carro dirigido por jovem bêbado no Sul de Roraima

O projeto ‘Educar é Prevenir’, da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), finalizou nesta sexta-feira (24), uma série de atividades informativas sobre tráfico humano na Escola Estadual Fagundes Varela, localizado no bairro Nova Cidade. O intuito foi capacitar professores, técnicos e alunos sobre as variações desse crime, bem como alertar sobre as facilidades de execução criminosa nas redes sociais.

Durante esta semana, o colégio recebeu materiais de divulgação, incluindo cartazes e banners, que serviram como ferramentas visuais para disseminar informações sobre a prevenção desses crimes. Além disso, gestores, professores e alunos passaram por uma capacitação, para tratar sobre os perigos do aliciamento de menores por meio dos ambientes digitais.

Diretora do PDDHC/ALE-RR, Socorro Santos, tratou sobre a semana integrativa e informativa do projeto “Educar é Prevenir” – Nonato Sousa/SupCom-ALE-RR

“A gente escolheu essa escola, juntamente com a Secretaria de Educação, para abordarmos o que o abuso e a exploração sexual causam em crianças e adolescentes. Esse trabalho é justamente para realizar o enfrentamento desses crimes e integrar a escola no combate ao tráfico de pessoas”, informou Socorro Santos, diretora do Programa de Direitos Humanos e Cidadania da ALE-RR.

Instituições públicas parceiras, a exemplo da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Secretaria Estadual de Educação (Seed), participaram da ação e contaram as experiências vividas no exercício do trabalho de combate ao tráfico humano.

A PRF Verônica Cisz é uma das parceiras do projeto da ALE-RR – onato Sousa/SupCom-ALE-RR

“Esses crimes acontecem aqui dentro de Roraima, é uma realidade que os pais e as mães devem estar atentos, principalmente aos celulares dos seus filhos, porque essas propostas hoje são por meio das redes sociais. Por isso, esse nosso trabalho nas escolas é preventivo, com o intuito de evitar situações traumatizantes”, pontuou a agente da PRF, Verônica Cisz.

Quem aprovou a iniciativa foi o aluno Kauã Ramos, de 14 anos. O estudante do nono ano do ensino fundamental destacou a relevância do projeto da ALE-RR para intensificar o conhecimento sobre a temática.

O aluno Kauã Ramos acredita que o projeto contribuiu para reforçar a temática do combate do tráfico humano nas escolas – Nonato Sousa/SupCom-ALE-RR

“Acho importante essas palestras para que possamos aprender mais sobre o tráfico. E mesmo que pra quem já tenha ouvido sobre isso, é necessário que a gente reforce esse conhecimento, para deixar as pessoas mais alertas”, disse o aluno.

A professora Atenilza Ferreira agradeceu a escolha da Escola Fagundes Varela para receber a semana integrativa do “Educar é Prevenir” – Nonato Sousa/SupCom-ALE-RR

A professora Atenilza Ferreira acompanhou de perto todo o projeto na escola e considerou relevantes os assuntos tratados pela equipe da ALE-RR. “Fico muito feliz que a nossa escola tenha sido escolhida para esse momento, porque eu tenho certeza de que a partir de agora, os nossos alunos vão começar a ter um novo olhar sobre o tráfico humano. O sentimento é de gratidão”, destacou.

Programa de Direitos Humanos e Cidadania da ALE-RR

Desde 2016, o Poder Legislativo trata o tema do tráfico humano como política pública. Por meio do Programa de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania (PPDHC), que abarca o Centro de Promoção às Vítimas de Tráfico de Pessoas e os projetos Educar é Prevenir, Prevenção sem Fronteiras e Mira Ellos, a Assembleia Legislativa é pioneira nas ações de prevenção.

Os gestores escolares interessados em receber a semana instrutiva do ‘Educar é Prevenir’ podem procurar atendimento na sede do Programa de Defesa de Direitos Humanos e Cidadania, localizada na rua Coronel Pinto, 524, bairro Centro, ou pelo e-mail traficodepessoas.rr@gmail.com.

Fonte: SupCom ALE-RR

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email
Print

Confira mais ...

Sindicatos de servidores estaduais solicitam apoio de presidente da ALE-RR para reajuste salarial
PRF prende motorista por Uso de Documento Falso no Cantá
Assembleia Legislativa cria comissão especial para apurar indícios de irregularidades no Governo de Roraima
População pode sugerir prioridades de investimento para Roraima
Prefeitura inicia pesquisa com motoristas de veículos particulares e de carga em Boa Vista
Seleção brasileira treina em Orlando, onde enfrenta os EUA na quarta
Iniciam amanhã as inscrições para os novos cursos de ensino a distância da Escola do Legislativo
PF prende duas pessoas por crimes ambientais e porte ilegal de arma de fogo em Roraima