Agentes da Polícia Federal doam sangue no Hemoraima

Doação de sangue
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.502 em 2025
Policial militar morre após perder controle de moto e ser atropelado por uma caçamba em Boa Vista
Motociclista morre após ser atingido por carro dirigido por jovem bêbado no Sul de Roraima
Desenvolve RR faz prospecção de clientes durante feira em Normandia

Com a aproximação do feriado de Carnaval e a retomada das cirurgias eletivas pelo Hospital Geral de Roraima, o Hemoraima (Hemocentro de Roraima) tem intensificado campanhas que visam contribuir para o aumento no estoque de bolsas da unidade. Nessa sexta-feira, 18, o órgão recebeu o apoio da Polícia Federal.

Ao todo, 20 agentes participaram da ação que se estenderá até este sábado, dia 19. Entre os voluntários que compareceram nas primeiras horas do dia, estava Rafael Soares, de 37 anos, que é doador de sangue há 20 anos.

“Mesmo com operações em andamento, estamos com todo o nosso efetivo mobilizado para ajudar no dia de hoje e amanhã. Eu mesmo sou doador de sangue há muitos anos e logo que recebemos o convite para participar da campanha, me dispus a ajudar. Já fazia um tempo que eu não comparecia, e essa acabou sendo a deixa ideal para comparecer ao centro de coleta”, afirmou.

Segundo a gerente do núcleo de Captação de Sangue do Hemoraima, Juliane Uchoa, desde a terça-feira, 15, quando foi intensificado o chamamento público de doadores, a unidade passou a contar com 230 bolsas de sangue. Apesar disso, as tipagens negativas (O-, A- e AB-) continuam em situação crítica.

“Nós encaminhamos ofício solicitando o apoio dessas instituições, e nesses últimos dias houve um aumento na presença de doadores para a realização de doação de sangue. Mas é sempre importante lembrar que não basta doar uma única vez. É necessário sempre manter um ciclo de calendário de doações”, ressaltou.

COMO DOAR

Para se tornar um doador de sangue, o interessado precisa ter mais de 50 kg e não estar em jejum no dia da coleta do material. No caso de adolescente a partir de 16 anos de idade, é necessário que esteja acompanhado pelos pais ou responsável legal. Para quem já é doador assíduo, a idade permitida é até 69 anos.

Ao chegar à unidade, o doador realiza o cadastro e, após isso, passa para triagem clínica. Se não houver nenhuma restrição, a coleta é realizada logo em seguida.

É preciso ainda evitar a ingestão de bebida alcoólica ou consumo de alimentos gordurosos até duas horas antes da coleta. Além disso, o interessado não pode estar com febre, gripe ou resfriado. Grávidas e mulheres no período pós-parto também não poderão realizar a doação.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

O Hemoraima funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 12h e das 13h30 às 18h. Os interessados também podem agendar um horário por meio do telefone (95) 2121-0831. A unidade fica na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao HGR.

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email
Print

Confira mais ...

PF deflagra operação para combater desvio de recursos da Secretaria Estadual de Saúde de Roraima
Polícia Civil prende homem condenado por estupro de crianças
Abertas vagas para processo seletivo de bolsistas para Embrapa RR
Polícia Civil cumpre cinco mandados de prisão preventiva contra acusados de homicídio em Alto Alegre
FICCO-RR PRENDE UMA PESSOA POR TRÁFICO DE DROGAS EM BOA VISTA
Polícia Civil cumpriu mandados de prisão e apreensão para esclarecer morte de casal
PL que altera lei de regularização fundiária de Roraima possui 37 emendas propostas por comissão especial da ALE-RR
Polícia Civil esclarece fraude Imobiliária, localiza suspeito de estelionato e apreende veículos